Resoluções de Ano Novo: como fazê-las acontecer!

Happy new year

Costuma começar o ano com bastante entusiasmo, com as mudanças que pretende fazer, e em Fevereiro encontra-se já com pouca motivação? Se isto lhe soa a familiar, o problema pode não ser a sua força de vontade. A questão pode cingir-se á escolha das resoluções de ano novo, especialmente se escolhe aquelas que, a longo prazo, serão certamente uma desilusão. 

As seguintes sugestões irão ajudá-la a criar resoluções fáceis de manter!


Mantenha as coisas simples 

Acaba sempre por fazer uma longa lista de resoluções? 

Esta poderá ser uma grande parte da razão pela qual se debate com a sua concretização. Alongar-se por diferentes e longas resoluções, pode ser uma das principais razões pelas quais a maior parte das pessoas falham os objetivos de ano novo.

Para aumentar a probabilidade do seu sucesso, não reveja tudo o que entende estar errado na sua vida. A consequência será que se irá sentir, rapidamente, assoberbada e frustrada por não ver resultados.

A hipótese de sucesso, das suas resoluções de ano novo, será maior se estiver concentrada apenas numa ou duas áreas da sua vida e especificá-las bem. Desta forma, escolha apenas um (ou dois) objetivos “macro” – tal como perder peso ou deixar de fumar – pois irá certamente despender muita energia e foco na sua concretização.

A probabilidade de se debater com a sua força de vontade, será menor se for mais realista nos objetivos a que se propõe. Acerte nesta parte e verá que é muito mais fácil manter as suas resoluções de ano novo.! 


Estabeleça objetivos concretizáveis

Trabalhar em prol de um final em grande, poderá ser assustador. 

Quando estabelece um objetivo, poderá ter a sensação de que está a uma distância considerável da sua concretização. O resultado? A probabilidade de desistir é grande.

Uma forma de contornar esta questão é dividir as suas grandes resoluções ou objetivos em mini objetivos, fator que a ajudará a ver o seu progresso e conquistas mais facilmente. Isto envolverá, idealmente, objetivos mensuráveis.

Se planeia perder peso, estabeleça a meta do peso que pretende perder cada semana. Se pretender aumentar o consumo de vegetais, estabeleça como objetivo o seu consumo uma vez por dia.

Uma vez estabelecidos e divididos os seus objetivos, faça questão de fazer uma autoanálise regular para perceber como está a reagir. 

Se sentir que está a fazer progressos, a hipótese de manter o trabalho em direção ao objetivo macro aumenta. Á medida que vai evoluindo no seu caminho, pode sentir necessidade de fazer um upgrade aos seus mini objetivos para a ajudar atingir o “macro”.


Congratule-se pelo seu progresso 

Não precisa esperar até atingir o seu objetivo “macro” para se congratular. A grande vantagem dos mini objetivos, é a oportunidade de se poder sentir incentivada sempre que efetuar progressos em direção á resolução principal.

Certifique-se, sempre, de que esta congratulação não vai causar danos no trabalho realizado até então. Não coma doces se tenta perder peso ou alimentar-se de forma mais saudável. 

Pense em formas divertidas para celebrar o seu progresso.


Escreva

Escrever as resoluções de Ano Novo e afixá-las num sítio visível, pode ajudá-la a manter-se motivada e a recordar o porquê de as ter escolhido. Sentir-se-á mais responsável consigo mesma e a probabilidade de manter as resoluções será mais elevada.

Pode até criar um diário, em que registe as suas resoluções e o decorrer das mesmas. O aprofundar de como irá realizar os seus objetivos e o porquê de os ter formulado, poderá ser uma ajuda na perceção de quando se está a sabotar … ainda que inadvertidamente.


Utilize afirmações 

As afirmações são outra ferramenta poderosa, que a poderão ajudar a manter as resoluções de Ano Novo. 

Escrever as resoluções, e repeti-las alto diariamente, é uma ótima forma de encorajar a sua mente a encará-las como verdadeiras.

As suas afirmações não precisam de ser complicadas ou profundas. De facto, as mais simples funcionam lindamente. Dependendo das suas resoluções, as afirmações poderão ser qualquer coisa como “Estou calma sob pressão” (Se pretende sentir e ter menos stress) ou “Eu alimento-me de forma saudável” (Se o objetivo é ter uma melhor nutrição).

É importante tornar um hábito o que quer que escolha dizer a si própria.


Aceite que as recaídas acontecem!

As resoluções são um desafio para se manter e a maior parte das pessoas sentirá a ocorrência de recaídas. Vamos ser realistas, não é sensato pensar que tudo vai deslizar sobre rodas quando se fazem grandes mudanças no nosso estilo de vida. Se encontrar um retrocesso na sua jornada, não é um sinal de que está a falhar ou que deva desistir do seu objetivo(s)!

A forma como gere estes retrocessos é que é importante e irá determinar a concretização das suas resoluções de ano novo. 

Quer ter a certeza de que consegue direcionar tudo da forma mais correta? Faça uma reflexão acerca do que poderá ter despoletado o retrocesso e utilize esta aprendizagem no futuro.


Feliz 2020!

Raquel Almeida Lopes

Photo by Amy Shamblen on Unsplash

Leave your comment

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.